6 de novembro de 2015

Porquê Montessori?

Desde que começámos a implementar o método Montessori em casa que temos tido resultados muito bons. A concentração dele aumentou, a curiosidade também, a autonomia e a auto-confiança também aumentaram. Quando comecei a ler (por acaso) sobre Maria Montessori achei que tinha encontrado o pote de Ouro! Durante toda a minha adolescência dizia: "quando eu tiver a possibilidade de filtrar as disciplinas de estudo conforme os meus interesses, as minhas notas subirão". E assim foi. As disciplinas de maior interesse tinham sempre melhores notas, mas a média, conforme subia mais um degrau no percurso escolar, subia.
Já à muito tempo que dizia: "se pudesse ter escolhido estudar certos temas noutra altura, não só tinha aprendido melhor a matéria, como, muito provavelmente, teria investigado mais e aprendido mais matéria". Hoje, gostava muito de ainda saber matérias que eu sei que estudámos, mas que simplesmente "colei com cuspo" para o teste e depois apaguei da memória".
Mais, quando me encontrei sozinha numa casa, longe dos meus amigos e da minha família percebi. Percebi que nunca tinha sido preparada para a vida. A minha mãe passava a vida a queixar-se que ninguém a ajudava, mas eu nunca soube sequer como a ajudar! Não me lembro de ela me vir ensinar a pôr uma máquina de roupa a lavar, a estender uma blusa, a limpar a casa, a fazer comida (nem arroz sabia fazer!), a passar uma blusa a ferro, ou simplesmente a fazer compras e organizar a mesada. Tudo o que sei hoje, ou foi devido a pesquisas na net, ou foi a minha sogra que me ensinou.
Por tudo isto, quando li o que era o método, soube logo ali que era o que queria para o meu filho. Do pouco que já implementámos, temos tido alguns sucessos e, ao explicar a um familiar próximo (que é daquelas pessoas que nunca dá um elogio a ninguém e que acha que só essa pessoa é que sabe tudo, sobre tudo) um exemplo desses sucessos, ouvi um elogio. Fiquei muito contente e com mais motivação! E para melhorar mais as coisas, em breve vamos ter um armário da avó na cozinha, para guardar o material dele e ter um espaço à altura dele para a sua água, fruta, snacks o que mais for preciso. Para além de poupar dinheiro, levamos um artigo com valor sentimental, tal como a plantinha que está no quarto dele, que já vem do tempo do seu bisavô. ♡

Sem comentários:

Enviar um comentário