26 de fevereiro de 2016

6 benefícios da Canela e a nossa experiência




A canela é uma pequena árvore, com cerca de 10-15cm, natural do Sri Lanka. As suas flores nascem em maços, são esverdeadas e têm um odor característico e a sua fruta, arroxeada, produz apenas uma única semente. A especiaria é retirada da parte interior do tronco da árvore e é vendida como pau, ou em pó, sendo também feito o óleo essencial de canela.
As suas propriedades antioxidantes, antibacterianas e anti-viriais fazem da canela um excelente aliado na prevenção e combate a várias condições no nosso corpo. Sendo algumas delas as seguintes:
  1. Tem propriedade anti-fúngicas, anti-parasíticas e anti-bacterianas fortes, sendo por isso usada no combate à candidíase vaginal, candidase oral, úlceras de estômago, entre outros;
  2. É uma boa fonte de fibras, manganês, ferro e cálcio;
  3. Ajuda a memória;
  4. Tem efeito termogénico, aumentando a temperatura do corpo;
  5. Combate os radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce e enfraquecimento de cabelo;
  6. Sendo anti-inflamatória ajuda nos casos de inflamação, diminuindo a dor;
Há mais benefícios para além destes, basta pesquisar um bocadinho e experimentá-la para os descobrir.
Pode ser consumida crúa ou cozinhada e usada em óleo essencial, em incenso ou deixada em pau numa taça para espalhar as suas propriedades e benefícios pela divisão, aumentando também as boas energias.






A nossa experiência:
A nossa experiência é relativamente reduzida, dado que a consumimos regularmente à pouco tempo (cerca de meio ano), mas o que posso dizer é isto: desde que o pequenino (com 3 anos) começou a consumir 1 colher de café de canela diariamente, que raramente apanha gripes e constipações*, da mesma forma que raramente fica com o nariz congestionado, a pingar, com tosse ou qualquer outra maleita típica do Inverno. Este Inverno, até agora, fez duas vezes febre, quando no ano passado fazia cerca de uma semana e meia a duas semanas por mês.

Resumindo, a canela tem-nos ajudado a prevenir gripes, constipações, congestionamento nasal, o "pingo" e tosse.




*e nestes casos temos outro aliado fortíssimo, de que falarei noutro post.

Imagem:

Sem comentários:

Enviar um comentário